Marialva diz que Bruna Silvestre pode também ser investigada por quebra de decoro

A vereadora Marialva Araújo de Souza Biazon (PSDB) disse durante a sessão extraordinária da Comissão Processante, realizada na terça-feira (8), que a Câmara de Vereadores pode receber outra denúncia por quebra de decoro. A representação será contra a vice-prefeita de Avaré, Bruna Silvestre, por supostamente expor peças íntimas em uma boate da cidade.

Bruna estava presente e interrompeu a sessão para discutir com a vereadora e foi repreendida pelo presidente da Câmara, Barreto do Mercado. “A senhora é vice-prefeita e já foi presidente dessa Casa. Não pode se manifestar durante a fala da vereadora”, disse Barreto.

Racismo

Ainda durante a confusão que se instalou, Marialva afirmou ter sido chamada de negra por alguém que estava na plateia e solicitou a gravação das imagens do plenário para tomar providências.

“Eu solicito as imagens dessa sessão e afirmo que vamos até a delegacia de polícia abrir um boletim de ocorrência para investigar essa situação. Existem diversas pessoas negras aqui e eu não admito isso”, disse Barreto.  

Bruna Silvestre foi vista saindo do plenário após o bate boca.

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.