Jô Silvestre é convocado para depoimento em Comissão Processante

O Prefeito de Avaré, Joselyr Benedito Costa Silvestre (Jô),é aguardado na segunda-feira (10), às 9 horas, para prestar esclarecimento na Comissão Processante (CP) que investiga se ele cometeu quebra de decoro ao transferir a servidora Priscila Canovas da Secretaria de Indústria e Comércio para a Saúde.

Em reunião realizada ontem, quinta-feira (6), os membros da comissão formada pelos vereadores Francisco Barreto de Monte Neto (presidente),Sério Luiz Fernandez (relator) e Marialva Biazon (membro) se reuniram para definir como serão os trabalhos da CP. Os advogados da servidora e do prefeito também foram convidados e acompanharam as deliberações. 

Segundo o presidente da comissão, Barreto do Mercado, 11 pessoas deverão ser ouvidas pelos parlamentares. A CP tem 90 dias para apresentar um relatório e apontar se Jô quebrou o decoro ao utilizar o cargo de prefeito para prejudicar a servidora.

A primeira sessão com oitivas de testemunhas da CP será aberta ao público. Segundo pessoas que tiveram acesso a denúncia há uma mensagem de texto onde supostamente Jô afirma que a transferência da servidora seria a única maneira de impedir que o ex-vereador Jair Canovas, esposo de Priscila, ficasse em frente à Casa do Cidadão fazendo críticas a atual administração. 

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.