Vereadores criticam fala de secretário da Saúde sobre farmácia única

Os vereadores Flávio Eduardo Zandona (PSC), Adalgisa Ward (PV) e Marialva Biazon (PSDB) criticaram o secretário da saúde, Roslindo Wilson Machado, por ter afirmado ao jornal A Comarca que irá centralizar a distribuição dos medicamentos em um único local.

Com a medida serão fechadas todas as farmácias dos Postos de Saúde. Os pronunciamentos foram feitos durante a Palavra Livre da sessão da Câmara desta segunda-feira (15).

“Tem gente que anda dez, quinze quilômetros para ir numa festa, por que não vai andar um pouco para retirar medicamentos?”, disse o secretário Roslindo, em reprodução no jornal.

A falta de profissionais farmacêuticos na rede pública é um dos motivos para o fechamento das farmácias localizadas dentro das UBS (Unidades Básicas de Saúde). Adalgisa afirmou que recentemente foi feito um concurso público para contratação de farmacêuticos e os profissionais podem ser utilizados.

Marialva disse que o secretário não está levando em consideração a população idosa e a ação seria uma atitude “impensada e absurda”.

“Gostaria de pedir para o secretário rever a intenção de implantar uma única farmácia na rede pública de saúde”, declarou a parlamentar.  

Segundo A Comarca o tempo para a possível implantação da farmácia única é de pelo menos seis meses.  

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.