Somente 20% das mulheres no Brasil fazem a mamografia ao menos a cada dois anos

O Dia Nacional da Mamografia, celebrado no dia 5 de fevereiro, tem como objetivo reforçar a importância do exame que identifica o câncer de mama, a mamografia.

Segundo dados da Fundação do Câncer, a doença afeta mais de 50 mil mulheres por ano, sendo que em 98% dos casos, detectados na fase inicial, as pacientes estão curadas.

Segundo os especialistas, o diagnóstico precoce pode evitar a retirada do seio.

A realização de exames periódicos, de acordo com a faixa etária, é um importante instrumento de prevenção para a investigação e o diagnóstico. Dados da Pesquisa Avon/IPOS – Percepções sobre o Câncer de Mama – revelaram que apenas 20% das mulheres brasileiras fazem a mamografia ao menos a cada dois anos.

“Esse cuidado e controle pode permitir a detecção de doenças sérias, que podem vir a se tornar a causa de morte ou morbidade do público feminino, quando não diagnosticadas” – explica Cintia Pereira, ginecologista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Além do câncer de mama, é importante o controle, diagnóstico e o tratamento para outros tipos de patologia, como câncer de colo de útero e de ovário e miomatose uterina.

Além disso, a especialista alerta sobre a necessidade de se adotar um estilo de vida saudável.

“É importante ressaltar que, além da realização dos exames preventivos, o bem estar físico, psíquico e social depende também de atitude em relação à vida. Portanto, é sempre benéfico manter a alimentação saudável, praticar atividades físicas com regularidade, tomar banhos de sol sempre que possível, dormir suficientemente todos os dias e evitar hábitos prejudiciais, como o tabagismo, excesso de álcool e drogas”- completou.

Diagnóstico médico

Os sintomas do câncer de mama incluem um nódulo na mama, secreção com sangue pelo mamilo e mudanças na forma ou textura do mamilo ou da mama.

As pessoas podem ter:

 Nas mamas: desconforto, mamilo dolorido, mamilo invertido, nódulos ou secreção mamilar sanguinolenta.

Também é comum: fadiga relacionada ao câncer, inchaço dos gânglios ou perda de peso.

 

 

 

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.