Polícia Civil prende homem que cultivava maconha no quintal de casa

A Polícia Civil de Avaré, por meio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) e do Grupo de Operações Especiais (GOE), prendeu na tarde de hoje, 24/04, um homem que cultivava maconha no quintal da própria casa. O fato ocorreu na Rua Carlos Cavini, entre a Vila Operária e o conjunto habitacional Brasil Novo.

Segundo o boletim de ocorrência, havia várias denúncias de que o pedreiro J. F. de S., de 42 anos, vendia drogas na região. Em diligências, uma equipe de policiais conseguiu abordar um cliente do suspeito, que tinha em seu poder um pote de vidro transparente contendo maconha. A forma de acondicionamento da droga chamou a atenção da Polícia, uma vez que as denúncias davam conta de J., além de vender, também plantava mudas do entorpecente em recipientes do gênero.

Com base nessa informação, novas diligências foram realizadas, as quais resultaram na localização e prisão do indiciado. No quintal da residência dele foram localizadas dezenas de pés de maconha ainda plantados e outros inseridos em potes de vidros transparentes, já secos e preparados para venda.

Durante varredura na residência os policiais ainda encontraram objetos que indicam a prática do tráfico, tais como uma balança de precisão, um papel com anotações e uma tesoura com resquícios de maconha, utilizada, provavelmente, para fracioná-la. Além disso, dois celulares foram apreendidos para averiguação de sua origem e conteúdo. No total, mais de 240 gramas de maconha foram apreendidos.

Ainda de acordo com a DIG/GOE, J. confessou a propriedade dos entorpecentes e assumiu que realizava o tráfico na região. Ele foi autuado em flagrante pelo crime. A esposa dele, que estava na casa no momento da chegada dos policiais, chegou a ser levada para o Plantão junto com o marido, mas foi liberada após depoimento. Não restou comprovada a cumplicidade da mulher no delito praticado pelo autuado.

O preso participará de audiência de custódia amanhã, no fórum de Avaré, e se permanecer preso deverá ser transferido para a Cadeia Pública de Piraju, onde aguardará vaga para uma das unidades do sistema penitenciário.

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.