Leonardo do Espírito Santo é reeleito presidente do Sindicato dos Servidores Municipais

Leonardo comandará o Sindicato até 2021 (Foto: Gabriel Guerra)

Com 440 votos contra 86, o atual presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Avaré e Região, Leonardo do Espírito Santo, foi reeleito derrotando Magno Grerer. Dos mais de 2 mil servidores, apenas 532 compareceram para votar.

A votação realizada nos dias 21 e 22, nas sedes do sindicato em Avaré e Arandu, contemplou a Chapa 1, que conseguiu ampla maioria dos votos dos trabalhadores e vai se manter no posto pelos próximos quatro anos.

Desunida, a categoria ainda não viu no sindicato a força para reivindicar melhores condições de trabalho, sem perseguições e com bom uso das horas extras e gratificações, que muitas vezes vão parar em poucos privilegiados e não são pagas para quem realmente trabalha.

A eleição aconteceu em clima de tranquilidade e calma nas duas localidades. Sem maiores incidentes, o clima apenas esquentou quando no final do primeiro dia de votação a primeira parcial mostrou a vantagem do grupo da situação. Considerado candidato do Prefeito Jô Silvestre, Magno Greguer não conseguiu conquistar os simpatizantes do Paço Municipal.

“Fizemos uma renovação em nosso quadro diretivo: tiramos aqueles que não queriam colaborar e, para os próximos quatro anos, teremos em nosso quadro pessoas de extrema confiança e capacidade. Isso fará com que consigamos atuar mais ofensivamente em defesa dos direitos dos servidores”, destacou Leonardo logo após a declaração da vitória.

Representantes de ambos os grupos interessados nos cargos acompanharam de perto todos os movimentos da Comissão Eleitoral responsável, eleita em assembleia previamente convocada no último mês de outubro. Leonardo terá a responsabilidade de liderar os servidores municipais em meio a um ambiente turbulento. Sem a reposição salarial, falta de condições de trabalho e inúmeras denúncias de assédio contra servidores; o Sindicato deverá lutar contra a desconfiança dos servidores e apresentar soluções para os problemas.

Duramente criticado por sua mudança de postura após o Governo de Poio Novaes, Leonardo terá que bater de frente com Jô Silvestre, se quiser defender os interesses dos trabalhadores da Prefeitura.

A expectativa é que a posse do grupo aconteça no próximo dia 18 de fevereiro.

Deixe uma resposta