Dívida da Prefeitura com a Sabesp passa dos R$ 12 mi

Em entrevista a Rádio Avaré, Toninho da Lorsa criticou as prioridades da Prefeitura.

O vereador Antonio Angelo Cicirelli (Toninho da Lorsa) disse na sessão ordinária de segunda-feira (2) que a Câmara de Vereadores recebeu um ofício da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estão de São Paulo) informando que a dívida da Prefeitura de Avaré com a companhia seria superior aos R$ 12 milhões.

Toninho protocolou um requerimento pedindo para que Jô Silvestre apresente o valor total da dívida e o relatório do parcelamento, firmado após a inclusão, em 2016, do nome do município no Cadin (Cadastro Informativo de Créditos não quitados). A dívida de R$ 2,7 milhões se não paga poderia fazer a dívida municipal subir para mais de R$ 14 mil. 

Em 2014, o ex-prefeito Poio Novaes afirmou que a dívida com a Sabesp seria de aproximadamente R$ 7,7 milhões. Na época Novaes contou que por orientação da Procuradoria do Município as contas de água das escolas e postos de saúde nunca foram pagas e o caso estava na justiça.

Em entrevista nesta terça-feira ao programa Bom Dia Cidade, da Rádio Avaré, Cicirelli criticou a falta de prioridades da administração municipal. “Fazer uma festa gastando milhões e a conta de água atrasada dessa maneira. Realmente faltam propriedades”, disse o presidente do Legislativo.

O requerimento apresentado pelo vereador foi aprovado por unanimidade e contou com a subscrição de Flávio Zandoná, Coronel Morelli, Adalgisa Ward, Marialva Biazon, Jairinho do Paineiras, Cabo Sérgio e Ernesto Albuquerque.

Faça um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.