CPI da Fampop ouviu membros da Comissão de Fiscalização do Contrato

A Câmara de Vereadores de Avaré realizou durante essa quinta-feira (26) mais um reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o Pregão 124/2017 da Prefeitura de Avaré na contratação de serviços para a 35ª Fampop (Feira Avareense de Música Popular).

Os trabalhos tiveram início às 08h30 e foram interrompidos ao meio dia e, posteriormente, retomados às 14 horas e encerrados às 17 horas.

A CPI tem um prazo de 120 dias para apurar eventuais irregularidades quanto à prestação dos serviços de som, luz, painel de led e gerador; que teriam ocorrido por pessoa jurídica diversa da vencedora do certame e que estaria impedida de contratar com o Poder Público.

Pela manhã foram ouvidos os servidores Ricardo Régis, Givanildo Pereira e Adriana Tamassia; membros da comissão de fiscalização do contrato. Já no período da tarde foram ouvidas as testemunhas João Bandeira, Júlio César de Farias, Salete Moreira e Carlos Augusto de Jesus.

A CPI solicitou uma nova audiência que será realizada na próxima quarta-feira (01/11), a partir das 08h30, onde serão inquiridas as testemunhas Renato Fernandes, César Bilezikdjian e Sulamita Bilezikdjan, representantes da empresa Som da Ilha; Alvimar Lima de Castro, Eni Lima de Castro e José André da Cunha, representantes da empresa Aquarius.

Participam da Comissão Parlamentar os vereadores Ernesto Albuquerque, Marialva Biazon e Sérgio Luiz Fernandes que fizeram as perguntas às testemunhas. A audiência também contou com a participação do advogado Frederico Poles, que representou o Prefeito de Avaré.

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.