Chuvas causam alagamentos e internautas criticam Prefeitura

Três árvores caíram durante temporal (Foto: Facebook)

O temporal que começou na tarde de ontem (29) causou estragos em Avaré. As diversas pancadas de chuva alagaram as ruas, a água invadiu casas e lojas do comércio. No centro os pontos de alagamento já conhecidos tiveram calçadas inundadas e moradores preocupados, três árvores caíram e houve muito acúmulo de lixo e sujeira que entupiram os bueiros.  

Houve queda de energia e diversas casas foram invadidas pela força das águas. Alguns carros tiveram dificuldades de vencer a correnteza. As Avenidas Misael Eufhasio Leal e Paranapanema ficaram inundadas e com trechos sem condições de tráfego. Houve vazamento de esgoto. 

De acordo com o Corpo de Bombeiros, três árvores caíram nas ruas Carlos Chagas, Avelino Fernandes e Antônio Cruz.

Críticas Virtuais

Trecho de alagamento da Rua Mato Grosso (Foto: reprodução Facebook)

Logo que apareceram os primeiros pontos de alagamento, as mídias sociais foram invadidas com fotos e vídeos criticando a Prefeitura por não ter uma política de prevenção e combate a enchentes.

Os internautas também aproveitaram para criticar o empenho da Prefeitura em realizar a Festa do Peão e a Fampop, e esquecer os problemas enfrentados pela população no dia-dia.

“Tudo bem que pintar postes deixa a cidade com um bom aspecto, festa de peão não vai passar de uma festa. Precisamos de ruas sem buracos, galerias de águas pluviais, creches, escolas, postos de saúde com medicamentos, indústrias que nos possam gerar empregos e muito mais. Avareenses não podemos mais ficar calados” – disse Renata Keller.

“Avaré e suas calamidades! Nem acabou a Fampop ele já pensando na Emapa “festa não pode faltar” e o resto é resto!” – disse Tati Mellem

Outros internautas preferiram fazer alerta de enormes buracos, que estavam encobertos pela água da chuva e poderiam causar mais estragos nos veículos.

 “Cuidado aos que trafegam pela Avenida Paranapanema, no final dela após a (Rua) Feliz Fagundes, sentido bairro/centro, tem vários buracos, que cabem à roda dentro, que com a chuva ficam encobertos. Tem que escolhe qual passar, estão pegando a largura da avenida” – disse a internauta Miriam.

Prefeitura divulga Nota

Em nota, a Prefeitura de Avaré comunica que está realizando um levantamento detalhado para apurar o volume de danos provocados pelas fortes chuvas que ocorreram sobre a cidade neste domingo, 29.

Dezenas de bairros apontam problemas com alagamento de ruas, imóveis e erosões que dificultam o trânsito de veículos e pedestres.

A Secretaria de Obras aguarda o término das fortes chuvas que ainda castigam grande parte da cidade de Avaré para iniciar os reparos mais urgentes. O Prefeito já determinou que todos os recursos disponíveis pela administração sejam empregados no restabelecimento da estrutura urbana.

As enchentes, que assolam a região central da cidade e também alguns bairros, são um problema histórico. Ao longo dos anos, várias administrações buscaram recursos junto aos Governos Federal e Estadual para implantar as obras necessárias para minimizar o impacto das chuvas.

Ainda segundo a nota, foram feitos dois projetos de macro e microdrenagem que determinarão quais os tipos de obras que devem ser implantadas.

O projeto de macrodrenagem data de 2003 e prevê obras para a canalização dos córregos e rios da zona urbana. Já a microdrenagem, está sendo finalizado este ano, e é voltado para a implantação de novos bueiros, drenagem das ruas e construção de galerias fluviais.

Apenas três córregos que cortam a cidade são responsáveis pelo escoamento de toda a água das chuvas. A capacidade está superada devido ao enorme crescimento que a cidade presenciou nas últimas décadas.

As obras de tratamento das águas das chuvas são urgentes e dependem de investimento externo. Apenas o projeto de macrodrenagem esta estimado em mais de R$ 60 milhões, recurso que a cidade não dispõe.

Deixe uma resposta