Auxiliar de enfermagem acusa médico de agressão no PS

Uma auxiliar de enfermagem, de 33 anos, alega ter sido agredida por um médico no Pronto Socorro Municipal de Avaré (PS). O caso foi divulgado pelo jornal A Voz do Vale, edição 1.353.

Segundo a reportagem, o caso foi registrado na Polícia Civil e o nome da funcionária não foi divulgado. A enfermeira disse à polícia que após deixar um paciente, por cerca de uma hora, aguardando atendimento médico, resolveu procurar o médico plantonista, Alexandre Perin.

A enfermeira disse que o médico estava no quarto, repousando, e ao ser acordado teria fica alterado. Perin teria ido até a sala da enfermagem quando “passou a gritar e com dedo em riste, teria proferido: Onde já se viu uma funcionária querer mandar no médico”.

O médico ainda teria feito menção de agredir a auxiliar, ainda desferido um empurrão em uma janela, que teria acertado o braço da profissional.

A reportagem do jornal A Voz do Vale encaminhou questionamentos a Secretaria de Comunicação, Secretaria da Saúde, Pronto Socorro Municipal e com o médico. Ninguém atendeu a reportagem para falar sobre o caso.

Avaré Notícias ligou no telefone celular do Secretário da Saúde, Roslindo Machado, e as ligações foram encaminhadas para a caixa postal.

Um comentário em “Auxiliar de enfermagem acusa médico de agressão no PS

  • 1 de dezembro de 2018 em 12:20
    Permalink

    Apoio essa enfermeira, pois conheço o trabalho desse dr

    Resposta

Faça um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.